Quinta-feira, 31 de Março de 2005

Histeria!

Sinto-me histérica!
Estive histérica durante todo o dia!
Gritei com o meu companheiro.
Gritei com o meu bebé.
Não posso continuar assim.
Não consigo continuar assim.

Partilhado por Sentida às 23:57
link do post | Comentar | favorito
|
2 comentários:
De Enviado por a 11 de Abril de 2005 às 20:22
Não sei se te serve de consolo,mas sentimos a mesma coisa, nunca atentei contra minha vida,mas vejo que morro de vontade de morrer.
Tambem tive uma companheira, tenho uma filha mas nunca me senti amado acho que nunca amei ninguem de verdade tambem.
Moro no Brasil e trabalho pro governo do estado de São Paulo, na área de turismo.
Gostaria muito que me escrevesse caso tenha tempo. Não se precipite em relação a sua morte crie seu bebê, seja um dia uma vovózinha muito feliz. Nem tudo sai como esperamos, "se tentarmos podemos errar, mas, se nunca tentarmos já erramos" Beijão em sua linda alma.brasil
</a>
(mailto:chicnat@yahoo.com.br)


De Enviado por a 1 de Abril de 2005 às 00:20
Tenta ter calma. Deita fora o que te pode levar a cometer mais um desses actos que tu mesma odeias. Cuida de ti, do teu bébé, do teu companheiro. Não te afaste deles, mas não te faças sofrer a ti nem a eles. Luta. LUTA!! Não cedas ao que vês dentro da mala, ou onde quer que seja. Tens o meu mail, ele fica aí, se precisares de falar e sempre que necessites, manda-me um mail, eu respondo e converso contigo. Ganha forças. Tens de as ir buscar. Um beijo e um abraço.Anjo do Sol
(http://palavrasapenas.weblog.com.pt)
(mailto:anjodosol@sapo.pt)


Comentar post