Segunda-feira, 19 de Junho de 2006

Está tudo a cair

Estou a pique....

Completa e absolutamente a pique.

Sei que nao me vou deitar sem me cortar outra vez.

Tenho os x-atos alinhados aqui....ao pé de mim.

Amanha como tenho consulta, vou aproveitar para comprar mais....estes já nao cortam como deviam.

Já me deixei de abrir gilletes ha muito tempo.

Sinto a falta do meu filho....mas não quero falar dele.

Provavelmente porque me desperta sentimentos que não posso nem quero sentir agora....como a culpa.

Não entendo o que ando a fazer.

Destruo tudo à minha volta.

Afasto tudo e todos aqueles que amo.....e estou a faze-lo com o meu filho.

Está com o pai desde 5ªf..... volta na 3ª ao fim do dia.

Todos os dias falamos varias vezes ao dia pelo computador. Tenho-o sempre comigo.

Até agora tenho-o conseguido afastar do pensamento nestas alturas...quando me corto.

Tenho o pulso esquerdo numa desgraça...

Amanha lá vou eu de punho elástico para a rua.

Chegando ao Hospital, não quero saber.....sinto-me bem lá.

Provavelmente por ver pessoas bem piores do que eu.....isso faz de mim o que?

Desumana?...nao. Nao sou assim. Gosto deles...sei os nomes de quase todos/todas. Vêm ter comigo.

Mas sei o quão piores estão do que eu. Gosto deles e eles...aceitam-me como sou.

 

Hoje estou:

Partilhado por Sentida às 00:35
link do post | Comentar | favorito
|
17 comentários:
De Realista a 19 de Junho de 2006 às 13:07
Tenho pena pelo seu filho. Merecia melhor sorte. Muito melhor sorte. Coitado...


De Sentida a 19 de Junho de 2006 às 18:13
O meu filho nao é nenhum coitado. Tem quem o ame. Está protegido e é uma criança muito feliz. Ninguem é "coitado" aqui....
Embora este blog seja publico se nao conhece a doença e o comportamento talvez será melhor informar-se.
Posso inclusive dar-lhe uma direcção...talvez ajude.

http://groups.msn.com/FamiliareseAmigosdeA-M-

Pode ser que assim nao torne a chamar "coitado" a ninguem!


De Humana a 30 de Novembro de 2006 às 22:51
e eu tenho pena de si por dizer essas coisas... kem tem pena sao as galinhas e pelos vistos voce e uma... e nao, nao e coitado nenhum... mas devia ser sim a força k fazia com k ela nao se destrui.se dessa maneira... talvez um dia acorde e veja a sua volta k tambem tem a vida desfeita... e k para isso nao precisa de se cortar... talvez pk ja tem em si cortes demasiados... prinicipalmente no raciocinio


De Incógnita a 19 de Junho de 2006 às 17:59
"Sei que nao me vou deitar sem me cortar outra vez", esta é grave, visto que, para quem não é vidente, anda a adivinhar muito... Isso é para se desresponsabilizar? Pensar nisso como algo inevitável? Não, garanto-lhe: não é inevitável.
Mas a pior vem a seguir: "Amanha como tenho consulta, vou aproveitar para comprar mais....estes já nao cortam como deviam." A actitude razoável e responsável seria dizer "amanhã como tenho consulta, vou aproveitar para desabafar tudo com o médico, explicar-lhe como sofro, como me sinto pior, e pedir-lhe que me impeça de comprar x-actos, visto que a tentação é enorme e sozinha não vou conseguir vencer o impulso..."

A pérola final: "Gosto deles e eles...aceitam-me como sou." Então afinal você é assim? Pois, pensando nisto como sendo uma característica sua e não como a doença que de facto este problema é, torna-se difícil alterar o rumo das coisas.
Eu sei que estou a ser violenta, mas vai-me perdoar: sinto-me com toda a moral para o ser. Eu já me encontrei numa situação semelhante, já senti compulsões terríveis de controlar, já andei medicada de tal forma que mal conseguia abrir os olhos durante o dia e uma coisa lhe garanto: se nós não o quisermos e não tivermos força de vontade, as coisas não se resolvem. Se não formos sinceros com os médicos eles não podem fazer nada por nós. Aqui não há meios de diagnóstico complementares: não há radiografias à alma. Só aquilo que a nossa voz comunica pode revelar a nossa doença.
Um pequeno detalhe final: você corta os pulsos ou o antebraço? É que cortar os pulsos é supeito, só com uma sutura depois de um corte você não se esvairía em sangue...
Vou ficar à espera de um post decidido e positivo. Até lá, pense nisto.


De Sentida a 19 de Junho de 2006 às 18:21
Olá novamente Incógnita.
Agressivo achei o comentario anterior. O seu é bastante compreensivel e aceito-o.
Luto contra mim desde pequenina....os meus pais nao sabiam como lidar com a situação (nao os culpo...já o fiz em tempo, mas agora já não....é muito complicado viver com pessoas com este comportamento).
De facto a minha vontade era ter ido comprar os x-atos...Não o fiz!! E sinto isso como uma pequena vitoria.
Os que tenho..continuam aqui alinhados. Já os olhei muitas vezes hoje...já me gritaram muits vezes hoje. Que gritem...hoje não lhes dou ouvidos. Estou a lutar comigo e nao contra mim.
Se hoje conseguir passar sem me cortar então será uma grande vitoria.
Hoje, amanha...depois e depois.
Mas por ora tenho de continuar a lutar e é isso que tenho feito.
O facto de premeditar as coisas nao quer dizer que as venha a fazer. Não comprei x-atos. Falei com quem devia. Estou aqui. E estou consciente.

Obrigada mais uma vez Incógnita


De Realista a 20 de Junho de 2006 às 17:02
Coitado do seu filho, sim senhora. Ou acha que se ele pudesse ter escolhido, teria escolhido uma família assim, totalmente desiquilibrada? Tal como todas as crianças, o seu filho tem direito a ter uma mãe que seja equilibrada e que tome conta dele em vez de se cortar. Já que não consegue amar-se a si mesma o suficiente para não se magoar, pense nele. Amar não são só palvras bonitas, são também sacrifícios. Se o ama, pare com isso e tome a rédea da sua vida nas mãos! O seu filho pode ser pequenino, mas não faltará muito, perceberá tudo o que se passa com a mãe. Como acha que ele irá lidar com isso? Sem querer, pode estar a ajudar a criar uma criança igualmente desiquilibrada e cheia de traumas. Pense nisso antes de ser tarde de mais.


De Sentida a 20 de Junho de 2006 às 17:21
Só peço a Deus que tenha filhos, os tenha conseguido educar convenientemente e com muita saude e que nunca, por ninguem, tenha que passar por situações semelhantes....compreendo que custe muito a entender a que nao sabe, nem nunca experimentou sobre o que fala.
A sua vida e a dos seus deve de ser um mar de rosas. E sabe que mais? Fico feliz com isso.
A minha tambem irá ser.


De Magnolia a 21 de Junho de 2006 às 03:29
Eu corto-me, queimo-me. É um comportamento, na verdade um sintoma de uma doença. Não tenho filhos. Sou filha. Nasci numa dessas familias aparentemente equilibradas, nada de pais alcoolicos, ou de agressões fisicas.
A minha doença tem como razão principal um certo tipo de negligência que é vulgar até nas familias ditas equilibradas.
Quanto ao meu comportamento, só quem o tem pode perceber que sim, é possivel acordar de manhã sabendo que antes de nos deitarmos vamo-nos cortar, ou queimar. Não só é possivel como é o mais natural. Pode lutar-se o dia inteiro contra isso, mas eventualmente somos vencidos pelo cansaço.

Agora eu so gostaria que a Realista, fosse realista e me explicasse porque? Eu sou filha de uma familia equilibrada, não devia ser também equilibrida?

A nossa realidade é apenas uma interpretação da realidade, com base nas nossas experiencias e vivencias pessoais. Julgar com tanto desconhecimento a vida dos outros é no minimo ser-se pouco realista e muito inconsequente.

São pessoas como voces que geram nos outros comportamentos como o nosso.


De Sentida a 21 de Junho de 2006 às 04:50
Obrigada Magnólia e Aline.
Sabemos bem o quanto lutamos. Mas temos de saber perdoar a ignorança dos outros relativamente ao nosso comportamento e pedir, de facto, para que NUNCA, directa ou indirectamente tinham de lidar com algo semelhante.
Um dia o/a nosso filho começa a comportar-se de maneira estranha...um dia a nossa melhor amiga começa a esconder-nos segredos....
Não queiram passar por isto, não o tornem tabu e muito menos.....não se mantenham na ignorância.
Magnólia e Aline...um carinho imenso para vocês.
Adoro-vos.


De aline a 21 de Junho de 2006 às 03:34
para ti apatheia linda...nao nos decepcionaste e nunca nos iras decepcionar facas o que fizeres porque ao contrario de certas e determinadas pessoas sabemos como e sofrer...como e nao conseguir pensar racionalmente e ver todas as portas fechadas... mas amanha sera um novo dia e facas o que fizeres vou tar aqui eu e eles...sabes disso.o teu bebe?tenho a certeza que um bebe muito especial e especial porque tem uma mae maravilhosa.nao te vamos deixar desistir .sempre que precisares estou aqui.*** do tamanho do mundo

quanto a si senhora realista incognita... a pessoas que so com violencia mesmo...pena que ainda nao tenham inventado chapadas virtuais porque o resto ja nao resulta...
tenho pena de si porque pensa que tdo na vida e linear e perfeito tem espectativas tao altas que um dia vai cair e a queda não vai ser o pior...de tao inteligente ser tenho a certeza que ja ouviu que uma desgraca nao vem só...
por isso deixe de ser cinica e condescendente e va tratar da sua vida real nao do que pensa que e a sua vida
AH: actitude?? lá esta...acho que se deveria tornar amiga dakele icon ali em baixo ta a ver? o que diz "VERIFICAR ORTOGRAFIA"... enfim

***apatheia


De Confissões a 28 de Junho de 2006 às 03:31
Tenho a certeza abosoluta que a Sentida pensa no melhor para o seu filho.. Só alguém que passa por estes maus momentos é que percebe.. Apesar de sofrer Ansiedade Social, percebo a sua ansiedade com que depare com esta situação. Acredito que melhores dias virão. Beijinhos!


De Sentida a 7 de Julho de 2006 às 01:36
Obrigada confissoes. Sim, tens razão... para quem nao passa por isto é complicado entender.
Obrigada
Sentida


De spider a 12 de Novembro de 2006 às 15:49
eu também me corto... ainda sou muito nova (14 anos), sei que não tenho muita experiência de vida, mas a verdade é que sinto necessidade de me cortar para passar cada dia sem vontade de não existir... há segundos atrás voltei a cortar-me... e a verdade é que me sinto mais aliviada, apesar de amanhã voltar tudo ao mesmo. não posso falar com ninguém, nem com a minha família que nunca reparou nas marcas dos meus braços. não me sinto bem com ninguém, apenas me sinto menos mal estando sozinha... não gosto da minha vida, e já me disseram que a culpa não é minha, mas para mim eu sou a única culpada... eu odeio-me.


De Sentida a 15 de Novembro de 2006 às 00:09
Vem ter comigo ao Grupo.... vai ajudar-te. Já somos quase 170.
http://groups.msn.com/GrupoApoioAutoAgressao

anda....

muita força querida, sei o que sentes...

carinho grande

Sentida / Apátheia


De spider a 21 de Novembro de 2006 às 21:19
O que se faz nesse grupo? Estou um pouco indecisa de me meter nisso... desde que falei com a minha prima que não me tenho cortado e falei com ela à 3 dias, o que é bom sinal. Não vou mentir ao dizer que não tenho pensado em me cortar, mas o mais importante é que tenho resistido e não vou parar de desistir, pelo menos até não ter mais forças. Só que tenho muito receio de o voltar a fazer e nunca me conseguir livrar deste vício. E OBRIGADA!! por me ouvires, mesmo sendo só por escrita.


De Sentida a 28 de Novembro de 2006 às 16:58
Querida Spider, clicka no link e pede permissao de entrada, sou eu que te vou aceitar.
Nao penses que te vais "meter" em algo.
Somos todos pessoas "normais", mas que temos algo em comum...a auto-mutilaçao. Ali sabemos que somos compreendidos, que nao ha exclusao ou repulsa.
Tenta...podes sempre sair se nao te sentires confortavel.
Encontras-me sempre aqui....
Um carinho grande

Sentida/Apatheia


De joana a 9 de Janeiro de 2009 às 18:07
EU TAMBEM TENHO 14 ANOS ,SE KISERES DEIXAR AÍ O TEU MSN OU Nº DE TELEMOVEL EU ADICIONO

SE KALHAR FALAR COM ALGUEM COMO FARÁ BEM AOS 2 LADOS

SOFRO DE ANSIEDADE SOCIAL E DEPRESSAO


Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Cansada mas ..... viva e ...

Perdida...

Por amor?

Vida nova...problemas ant...

Dizer ADEUS

Um ano de partilha

Partilha no Grupo

Passado que voltou

Sentimentos num shaker

Um aniversário com lágrim...

Uma dor cá dentro....

I just want to feel...

Cinderela

Desiludi amigos

Para as minhas visitas .....

Desde o início...

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

online

Sentidos por mim