Quinta-feira, 9 de Novembro de 2006

I just want to feel...

Tenho estado ocupada.

O meu livro.  Quero muito termina-lo. Sei que vai fazer com que muitas pessoas se identifiquem.

A guerra com o pai do meu filho...continua. Nao sei se continua, nao sei se terminou. Nao sei o que ele quer fazer.

Tem-me magoado com sms em que me ataca.

Sao coisas sem nexo.

Deixo aqui duas sms que me enviou.... às vezes penso que dou em doida com tudo isto.

" Estou a ponderar ir para um pais fora da Europa. Aparentemente 2mil km nao nos irão separar. O laço que nos une existe desde o dia em que ele nasceu e isso nao consegues quebrar."

Já perdi a conta em que lhe disse que a ultima coisa que quero é separa-los...PORQUE É QUE ELE NAO ENTENDE ISSO?????

"Há pouco tempo disseste "eu tenho amigos"... eu sempre tive amigos...os meus braços. A proxima vez que estivermos em frente ao provedor nao vai ser certamente para decidir qual o montante que eu tenho que te dar...conforma-te. na minha opinião tens um lugar menor na vida dele. fui esolhido por ele no dia em que nasceu. nao fui eu que o escolhi..ele escolheu-me.

Só eu e ele sabemos o que se passou naquele olhar. Os outros só podem imaginar. Tu só podes imaginar. Só faltam 11 anos para o pequenino poder decidir com quem ficar. Eu espero."

Isto é de loucos.

Não respondi a nenhuma das mensagens.

No entanto deixei que me magoassem. Não o pude evitar.

Estou cansada....

Houve prorrogaçao da baixa...nao consegui.

Tive ajuste na medicaçao....mais forte.

Não me sinto a fraquejar...antes pelo contrario. Cada vez me sinto mais forte e com mais vontade de lutar.

O enfrentar o Mundo lá fora é algo que ainda nao consegui trabalhar. Ainda nao consegui ultrapassar esse...trauma (?).

Tento....vou continuar a tentar.

 

 

Hoje estou:

Partilhado por Sentida às 08:26
link do post | Comentar | favorito
|
2 comentários:
De Jana Bettencourt a 10 de Novembro de 2006 às 12:26
Fizeste-me chorar minha querida amiga... chorar pelas tuas palavras no post anterior e pelo que estás a passar com o pai do teu filho. Seria tão simples se ele percebesse que aquilo que vos une é muito forte... é uma vida e que infelizmente ele também sofre o que o pai faz com a mãe... Espero sinceramente que consigas ultrapassar tudo isto... e quanto ao mundo lá fora tens de continuar a tentar... todos sabemos que a integração no mundo real não é nada simples. Em breve irás conseguir... eu acredito em ti...


De spider a 12 de Novembro de 2006 às 16:10
fizeste-me pensar muito sobre "só vou desistir de lutar pela minha felicidade qd um pintor conseguir reproduzir na sua tela o som de uma lágrima a cair"... (não é o original) mas é a minha frase.
não te conheço mas sinto como se fosse eu a escrever, ou melhor a pensar, porque os pensamentos que não escrevo, são reproduzidos pelas mãos de uma mulher de força que percebe que os erros na vida, também podem ser benções inesperadas e aprende com eles e que demonstra coragem à frente dos seu medos...

Se não te tivesse descoberto
não te estaria a escrever
coisas que me têm acontecido
e que gostaria de esquecer

by: spider


Comentar post

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Cansada mas ..... viva e ...

Perdida...

Por amor?

Vida nova...problemas ant...

Dizer ADEUS

Um ano de partilha

Partilha no Grupo

Passado que voltou

Sentimentos num shaker

Um aniversário com lágrim...

Uma dor cá dentro....

I just want to feel...

Cinderela

Desiludi amigos

Para as minhas visitas .....

Desde o início...

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

online

Sentidos por mim