Sábado, 2 de Abril de 2005

aaaaaaaaaaahhhhhh!!!!!

Só me apetece gritar!
São 3h26m da manha e eu por aqui.
Não consigo ir para a cama...ele está lá....
Quero estar com ele, abraça-lo, ama-lo, odia-lo pelo que não me tem feito, perdoa-lo pelo que me fez....não consigo...
Tirei o meu filho da camita dele, ainda a dormir e abracei-o tanto...."És meu e vou lutar por ti!! Mereces e tens o direito de ser amado. A mãe está aqui, filhote...e vai estar contigo SEMPRE...Tu és a minha vida filhote e eu, louca, nem te estou a dar o devido valor.
Amo-te, amorzinho da mãe."
.......choro.....
Acho que vou meditar e fazer um relaxamento para poder descansar a cabeça.



Partilhado por Sentida às 03:32
link do post | Comentar | Ver comentários (14) | favorito
Sexta-feira, 1 de Abril de 2005

Finalmente aconteceu

O meu companheiro vai-me deixar.
Não somos casados. Viviamos juntos apenas....apenas?
Como sempre são os filhos que pagam a factura...e neste caso o meu filhote já se apercebe de muita coisa.....choro....
O meu companheiro não aguentou a pressão....não conseguiu entender a minha doença. Ou não a quis entender. Ele tambem tem uma doença...a quem entender, ele frequenta NA.
Durante a minha gravidez sofri muito e estupidamente (agora vejo isso) baralhei completamente as minhas prioridades e coloquei em risco a vida do meu bebé só para o acompanhar. Ele precisava de ajuda e eu estive lá. Não...não foi por esperar um filho dele....foi porque o amava. E é sobretudo por isso que a minha vida tornou a desabar...ainda o amo, apesar de tudo.
Nunca fui retribuida. Ele nunca me amou. Gostava de mim, preocupava-se comigo...mas nunca me amou. Nunca me vai amar.
Há uns anos tive uma relação de quase 7 anos. Ele deixou-me depois de eu ter tido a minha primeira depressão. Mal me tinha recomposto e já estava sozinha.
Agora pensava que ia ter a minha familia. Lutei por isso caramba! E mais uma vez a vida me volta a pregar partidas.
Estou cansada.....tão cansada de lutar.
Vou cuidar de mim para poder cuidar do meu filho. Amo o meu filho e ele precisa de mim.
Vou continuar a lutar para tirar estas ideias suicidas da cabeça. Tenho de parar de me cortar pois isso está a enlouquecer-me.
.....Se tudo fosse tão fácil como falar....
Estou sozinha....mas ainda hei-de encontrar alguem que me ame e ao meu filho.
Tenho o direito de ser amada e não vou desistir de tentar ser feliz com alguem.

Partilhado por Sentida às 11:11
link do post | Comentar | Ver comentários (15) | favorito

Pesquisar neste blog

 

Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Cansada mas ..... viva e ...

Perdida...

Por amor?

Vida nova...problemas ant...

Dizer ADEUS

Um ano de partilha

Partilha no Grupo

Passado que voltou

Sentimentos num shaker

Um aniversário com lágrim...

Uma dor cá dentro....

I just want to feel...

Cinderela

Desiludi amigos

Para as minhas visitas .....

Desde o início...

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005