Sexta-feira, 13 de Outubro de 2006

Para as minhas visitas ...

Queridas amigas, estou de volta.

Como devem imaginar a vida nao tem sido facil, mas estou a contorna-la.

O pai do meu filho foi viver para Coimbra. Disse que para iniciar uma nova vida, que o vai fazer lá, junto da familia.

O problema está em que o pequenino tem ido para lá por uma semana e está a descompensa-lo completamente.

Eu ia retomar o trabalho na segunda-feira (9/10/2006) mas um medo extremo se apoderou de mim. Mais uma vez fraquejei e nao consegui. O meupsiquiatra deu-me mais baixa e segundo palavras dele "com rede", ou seja, posso la voltar se ainda nao me sentir preparada. Disse-me que ainda nao tinha chegado o meu tempo. Sim...creio que nao, mas a minha consciencia consegue sobrepor-se a isso e está a fazer-me confusao estar em casa sem trabalhar e ainda por cima a ganhar muito menos. Esta a complicar-me em todos os sentidos. Mas nao sou capaz de voltar. Nao sou capaz...simplesmente tenho...medos. Tornei-me muito agressiva quer fisica quer verbalmente, hiper-ansiosa, completamente descompensada, com a aproximaçao ao trabalho.

Teve o se lado positivo. Consegui arranjar um infantario do estado de um dia para o outro para o meu filhote.

Andava a precisar tanto....

Ele ja andava a ficar demasiado irrequieto. Ja nao andava bem.

Para ele, os dias que passava com o pai eram de diversao...ferias. E comigo tinha obrigaçoes e practicamente nao interagia com outras crianças.

Está desde 3ª f no infantario e ja encontro nitidas alteraçoes no seu comportamento.

Mas hoje foi péssimo para mim e para ele. Ficou a chorar...muito e a dizer para eu nao o deixar.

Sei que gosta de la estar pois quando o vou buscar atira-se ao meu pescoço e só diz "minha mãe...minha mãe" ...claro que fico toda comovida...imensamente. Mas logo depois começa a contar-me tudo sobre o seu dia (ainda la no infantario) e vai buscar a mochila e mostra-me coisas...esta a fazer-lhe muito bem. Um dia destes cheguei e ele nao me viu. Fiquei um pouco a observa-lo. Entao la estava ele numa amena cavaqueira com os amiguinhos como se ja la estiv completamente integrado.

Estou feliz por isso. Foi uma conquista. Lutei e consegui.

Porque é que para outras coisas nao me consigo empenhar assim?

Tenho uma novidade (como devem imaginar tenho imensas).

Estou a escrever um livro.

Eu e o meu ex-companheiro passamos por tanto que resolvi compilar todas as cartas que trocamos enquanto ele esteve em tratamento, passagens aqui do blog, o meu internamento e o comportamento de auto-mutilaçao.

Ainda vão ouvir falar de mim... :)

Gosto imenso do carinho que me transmitem.

Nao me vou ausentar novamente.

Um carinho imenso

Sentida.

Hoje estou:

Partilhado por Sentida às 12:16
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Pesquisar neste blog

 

Outubro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts recentes

Cansada mas ..... viva e ...

Perdida...

Por amor?

Vida nova...problemas ant...

Dizer ADEUS

Um ano de partilha

Partilha no Grupo

Passado que voltou

Sentimentos num shaker

Um aniversário com lágrim...

Uma dor cá dentro....

I just want to feel...

Cinderela

Desiludi amigos

Para as minhas visitas .....

Desde o início...

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Maio 2007

Março 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005